domingo, 21 de agosto de 2016

Hélio Oiticica, Arte contemporânea.

Hélio Oiticica, carioca, (1937 - 1980).

Arte contemporânea
Cores fortes e formas geométricas
Influencia de Piet Mondrian, Paul Klee e Kazimir Malevich



Anos 60

Novo conceito na forma de trabalhar, fazendo uso de maneira que rompiam com a ideia de contemplação estática da tela. Nesse momento, propôs uma maneira mais sensorial de apreciar sua arte, pelo tato, olfato, audição e paladar. Aproximou-se da cultura popular, passou a frequentar a Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira e viveu na comunidade do morro. Cria os parangolés e ao Penetráveis.

Parangolés compunham de tenda, estandarte e bandeira e P4, a primeira capa para ser usada sobre o corpo, que fundem elementos como cor,  dança, poesia e música e pressupõem uma manifestação cultural coletiva.


Penetráveis são compostos por placas de madeira pintadas com cores quentes penduradas no teto por fios de nylon, onde o deslocamento do espectador quanto a movimentação das placas passam a integrar a experiência.
Em 1967 cria um penetráveis chamado Tropicália era um labirinto construído com uma arquitetura improvisada, semelhante às favelas, um cenário tropical com plantas características e arara, onde o público caminhava descalço, pisando em areia, brita, água, experimentando sensações, no fim do percurso se defronta com um aparelho de TV ligado, um símbolo moderno. Essa obra dar nome ao movimento “Tropicália “ sendo que para Hélio Oiticica era uma critica a arte, a cultura, ao regime político da época que tinha como objetivo criar uma linguagem de vanguarda brasileira que fizessem frente ao imaginário pop internacional indo alem do mito tropicalista de araras e bananeiras que foi divulgado.

Fonte:
http://aldeiatem.com/post/12292/helio-oiticica-%E2%80%93-a-arte-contemporanea-brasileira-em-10-nomes
http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa48/helio-oiticica
http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/tropicalia-de-helio-oiticica
http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo3741/tropicalia

sábado, 20 de agosto de 2016

Porta acessórios de costura

Para manter todos os acessórios juntos e com fácil acesso, facilitar a locomoção. Feito com material reciclado (Sobra de Jeans e embalagem de creme de cabelo), não agride o meio ambiente, alem de ser super charmoso. 



Como foi feito com base no pote de creme,  para dar sustentação a peça, não desenvolvi molde. 

Passo a Passo:

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Como marco as casas de botão. Passo 2 - Marcando o tecido

Para marcar o local onde prendo os botões, utilizo o mesmo procedimento apenas lembrando que o botão fica no meio da casa.

Posiciono na altura da primeira casa.
Marco as duas primeiras casas.
Detalhe do molde e do tecido marcado.
Alinho o molde com a segunda casa e marco a terceira. Repito esse passo ate marcar todas as casas
Todas as casas marcadas.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visualizações